Relacionados ao Nosso Crescimento Orgânico

Nosso futuro projeto de expansão de capacidade, calcado na revelação de novos e jovens atletas talentosos, estará embasado na expectativa da administração com relação ao mercado onde pretendemos atuar, sempre ávido por revelações e com potencial crescimento na importação de jogadores de futebol, especialmente na Europa, Ásia e América do Sul.

 

Existirá um cronograma para implantação dos alvos de expansão, cuja implementação na forma esperada depende, dentre outros, da aquisição e garimpagem de novos talentos, sempre em curto e médio prazo.

 

Além disso, nossas estimativas, que partem sempre do parceiro controlador, com histórico efetivo de negociação no mercado, dependerão, dentre outras coisas:

n     da finalização das negociações e concretização das relações contratuais; da aquisição de estoques de ativos nos níveis que consideramos adequados para a diluição do risco;

n     de restrições ou regulamentos impostos pela FIFA ou por agências administrativas e/ou governamentais ou outras mudanças no ambiente regulatório.

 

Não podemos garantir que as atuais projeções de mercado se realizarão, ou seja, se o Brasil continuará a ser procurado como o grande mercado abastecedor do mundo de jogadores de futebol, tampouco que seremos capazes de revelar novos e jovens talentos, não obstante o histórico do controlador principal, de forma, ao menos, satisfatória, vis-à-vis os investimentos que serão feitos e que devem continuar constantemente a serem realizados.

 

Nosso crescimento orgânico depende, principalmente, da nossa capacidade de abrir novos escritórios com êxito, tanto nas regiões onde atuam sociedades parceiras, quanto em outras regiões que comportem a entrada de um novo concorrente. Essa capacidade de abertura e operação de novas unidades está sujeita a diversos riscos e incertezas.

 

Nossa capacidade de expansão poderá ser prejudicada se não formos capazes de identificar pontos comerciais estrategicamente localizados e adequados para instalação das nossas unidades, ou caso as condições de locação sejam desfavoráveis ou se os investimentos necessários para adequação do imóvel às nossas necessidades forem muito elevados.

 

Além disso, unidades novas que ou abertas há menos tempo poderão não alcançar o nível de receita e lucratividade no período estimado por nós, em comparação ao apresentado por unidades abertas há mais tempo, ou unidades concorrentes que eventualmente venhamos a adquirir em virtude de aquisições. Nossas unidades novas ou aquelas abertas recentemente poderão afetar negativamente a lucratividade das unidades já existentes, o que poderá afetar de forma adversa nossas atividades pretendidas e nossos futuros resultados consolidados.

 

Outros riscos relacionados à abertura de novas unidades são: insuficiência de recursos financeiros para suportar a operação das unidades em período de maturação, surgimento de novos concorrentes para o segmento; incapacidade de contratar e treinar funcionários qualificados para operar novas unidades no exterior; dificuldades relacionadas ao pouco conhecimento de novas regiões geográficas onde pretendemos ter essas novas unidades; descuido em manter um bom trânsito social, notadamente entre as entidades de prática desportiva (fornecedoras e clientes) que atuarmos em parcerias; e eventual diminuição de demanda por jogadores brasileiros (nossos ativos) e serviços de intermediação de negócios na área desportiva.

 

A ocorrência de qualquer um dos riscos listados acima poderá afetar adversamente nossas atividades e resultado.  Fundamentalmente porque, conforme exposto nos tópicos precedentes, é necessário mantermos escritórios e representantes em países notoriamente importadores de jogadores de futebol, que pelo seu histórico de negócio, atuam pesadamente no setor.  O contato direto com dirigentes de entidades de prática desportiva no exterior performam negócios, e a falta de relacionamentos comerciais bem sucedidos, com a abordagem rápida, direta e local, ao contrário, podem implicar na falta de agilização e a consequente perda do negócio, impactando no faturamento e no resultado da empresa.

 

Portugal, Ucrânia, Rússia, China, Coréia, Argentina são alguns dos países onde pretendemos ter presença física através de escritórios da Companhia. Algumas de nossas unidades ou a totalidade delas podem ser objeto de contrato de locação. Tais unidades poderão estar localizadas em pontos estratégicos e de alta visibilidade e valorização imobiliária. Caso não consigamos renovar os contratos de alugueis de nossas unidades em termos razoáveis, ou caso sejamos obrigados a alterar a localização de novas unidades para pontos que não tenham a mesma visibilidade/valorização, nossas atividades pretendidas podem ser afetadas adversamente, mesmo que o endereço destes escritórios não seja a primeira vista um fator de grande relevância para o desenvolvimento de nosso modelo comercial, neste ramo a qualidade das instalações e a estrutura que elas possam oferecer podem impactar no sucesso comercial da empreitada.

 

No futebol, há a real necessidade de estabelecer contato direto e célere com o importador ou o negociante interessado no ativo, posto ser dinâmico o mercado do futebol.  É comum considerar o grupo de jogadores de uma entidade de prática desportiva adequado e suficiente para a competição que se avizinha, e de uma hora para outra a realidade mudar, em função de um jogador que ficará de fora em virtude de uma cirurgia que o afastará por meses, em face de um jogador que rescindiu o contrato em função de um desentendimento com a torcida, com o treinador, por uma declaração infeliz na mídia, etc.

 

Assim, não ter escritório em regiões compradoras de direitos econômicos pode significar perder uma oportunidade que pode ser aproveitada por concorrentes, que podem se estabelecer como negociadores principais e preferenciais em entidades de prática desportiva, fazendo diminuir o rendimento e o resultado da Companhia.

 

A condução de nossos negócios no setor pretendido, da maneira como conduziremos num primeiro momento e como planejamos conduzir no futuro requer o enfrentamento de competição aguerrida de outras empresas maiores, mais antigas, mais capitalizadas e com rede de relacionamento estabelecida há mais tempo pela obtenção e manutenção de contratos de direitos econômicos que constituem nossos ativos.

 

Não existe qualquer garantia de que conseguiremos contratar ou renovar estas contratações ou que conseguiremos novos ativos diferenciados em condições favoráveis, ou que, no caso de renovação contratual, este poderá ser mantido em termos semelhantes aos fixados anteriormente. Se não conseguirmos vender os ativos ou renovar estas contratações antes de findo o período contratual nossa condição financeira e nossos resultados operacionais seriam adversamente afetados.

 

Ainda, como resultado da concorrência por tais ativos, determinados concorrentes vêm conseguindo cada vez mais demandar termos contratuais mais favoráveis para eles, resultando em diminuição de margens por parte dos negociadores. Além disso, a venda dos ativos também enceta concorrência pelos clientes compradores. Caso as nossas vendas nas cessões de direito sejam inferiores ao esperado, nossa lucratividade e resultado podem ser negativamente afetados de forma significativa.

 

Ademais, poderemos não obter os consentimentos por escrito de transferência de nossos atletas para outros clubes, conforme é exigido pela maioria dos contratos de trabalho. A ausência deste consentimento escrito pode implicar a resilição dos contratos de trabalho que dão origem ao direito econômico correspondente e o pagamento da multa neles previstas. A resilição desses contratos poderá ter um efeito adverso para os nossos negócios, tendo em vista que alguns destes ativos objeto de tais contratos podem representar parcela significativa de nosso faturamento futuro.

 

A nossa estratégia de negócios exige substanciais investimentos para aumento de capacidade em cada um dos nossos futuros projetos.  Necessitamos de capital para, entre outros fins, administrar os ativos adquiridos, adquirir novos ativos, manter as condições operacionais das unidades existentes, financiar os custos operacionais e cumprir leis e normativos de natureza regulatória.

 

Com relação à falta de recursos financeiros como fator de risco foi mencionada anteriormente, restando ainda verificar a eventual dificuldade relativa ao estabelecimento de instalações físicas comerciais necessárias para o desenvolvimento das atividades nos países alvos para a venda das cessões em tela e sua posterior manutenção.

 

A falta de escritórios na Ásia, Europa e América do Sul, poderá ser fator de risco relevante, em função de que para a venda dos direitos mencionados é necessário o contato pessoal de profissionais junto às entidades de prática desportiva.

 

Caso o caixa gerado internamente e o caixa disponível através de quaisquer linhas de crédito que nos sejam concedidas, se houver, não forem suficientes para o financiamento de capital, necessitaremos de novas fontes de financiamentos seja por meio de dívida ou capital próprio.

 

Contudo, esses tipos de financiamento poderão não estar disponíveis a nós ou; caso estejam disponíveis, poderão não ser em termos satisfatórios o que afetará significativamente o desenvolvimento dos projetos. Financiamentos futuros, caso disponível, poderão resultar em maiores juros e despesas com amortização, maior alavancagem e menor lucro disponível para o financiamento de aquisições e expansão posteriores. Além disso, financiamentos futuros poderão limitar a nossa capacidade de absorver pressões competitivas e nos deixar mais vulneráveis a problemas econômicos.

 

 

Caso não sejamos capazes de gerar ou obter capital adicional suficiente no futuro, para implantação e desenvolvimento de um ou mais projetos, nossa geração de caixa futura poderá ser prejudicada, tendo em vista que tais projetos podem não contribuir com qualquer geração de caixa operacional futura, o que poderá nos forçar a reduzir ou postergar desembolsos de capital, vender ativos ou reestruturar e refinanciar nosso endividamento.




Companhia Aberta
Código CVM 22934

COTAES


TRABALHE CONOSCO BM&F BOVESPA | CVM | CBLC